Mais amor e um café, por favor!

15304073_666409910185669_2701117194509079068_o

Imagem retirada do Facebook

Porque todas nós merecemos nos amar primeiramente e encontrar alguém que nos dê valor!

00h00. Decido fazer um café escrever sobre o amor..

Café pronto, página de edição aberta e o fone ao som de Demi Lovato – Body Say (com uma letra extremamente sexy e instigante) começo a escrever sobre algo que em 2016 eu notei que aconteceu e muito: a falta do amor próprio. Então vou contar a história de Luiza.

“Luiza é uma garota tipicamente comum do século XXI: estuda, ouve música e sai com as amigas. Ela adora acordar pela manhã, tomar um café que sua mãe deixa pronto todos os dias antes de sair, pega suas coisas e escolhe seu rumo: serviço ou faculdade. Faculdade.

Escolha feita, e lá vai Luiza!

Pega o ônibus, senta-se no final dele com seu celular e seu fone branco, e enquanto ouve música conversa com quem já está acordado as 07h50 da manhã. Todos acham Luiza a pessoa mais sociável, doida e divertida, mas o que ninguém sabe é que ela não descobriu o poder do Amor Próprio.

Luiza contou para suas amigas que estava se apaixonando por um rapaz e que fazia tudo por ele: abriu mão de suas diversões, parou de viajar, de sair a noite com os amigos e ir pra balada. Ela acreditava que se submetendo aos desejos dele, eles iriam ser feliz e que nada de ruim ia acontecer. Até que ela descobriu que não era bem assim.

Entre mensagens anônimas e observações, Luiza descobriu que estava sendo enganada a um bom tempo e que desistiu de muita coisa por alguém que não valia a pena. O que aconteceu com Luiza? Ela descobriu que inicialmente ela tinha que se amar e que a melhor aliada que ela poderia ter, era ela mesma.”

Em algum momento da vida, todas nós somos como a Luiza: alguém tão comum que se encanta por alguém e abre mão das coisas que mais gostamos por conta do bem-estar do próximo, sem pensar nas consequências.

Quando abrimos mão de tudo por outro, acabamos na ilusão e com a falta do Amor Próprio.

Amor Próprio: Sentimento de dignidade, estima o respeito que cada qual tem por si mesmo.

Amor próprio é aquele sentimento de que você pode tudo quando quiser, se sentir linda independente do que falem… Muitos confundem Amor Próprio com egoísmo, pelo simples fato de você se colocar em alguma situações em primeiro lugar, mas as vezes é necessário pensar em nós mesmo antes de algumas situações. O maior aliado que você pode ter durante a vida é você mesmo, afinal, várias pessoas passam em nossa vida e só algumas que devemos que permitir que permaneçam.

Quando não nos amamos, ficamos frágeis e cometemos erro. Nos permitimos ferir, e na maioria das vezes as pessoas se utilizam de tal fragilidade. Conheço pessoas que, por estarem tão iludidas por outras pessoas acabam aceitando tudo e se sujeitando as piores humilhações que se pode imaginar.

Gata, você merece mais! Você deve se dar o valor! Com certeza, alguém em algum lugar desse “mundão” está esperando você pra te tratar como você merece. Ninguém merece viver atrás de alguém que só te procura pra diversão ou pra utilizar do seu corpo. Se não vale mais a pena, sai dessa… Quem vive de passado é Museu, e se foi deixado pra trás é porque não deve fazer parte do seu presente e muito menos do seu futuro.

Se arrume, saia, passeie, viaje. Passe aquele batom vermelho, aquela roupa e aceite o convite de alguém pra jantar. Aproveite a vida que você tem. Não abra mão disso por outra pessoa, encontre alguém que aproveite com você.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s