“Carta” a todos os que estão comigo até agora.

Sexta-feira. Dia 11 de Novembro de 2016. 23h59.

Ao som de Can’t Stop The Feeling, um dos temas do filme “Trolls” interpretada por Justin Timberlake, começo a escrever um texto dedicados a todos os que estão comigo até o presente momento:

  • Aos meus amigos
  • Ao meu namorado
  • As minhas meninas
  • A minha chefe
  • A minha mãe.

Sei que não tem sido uma caminhada fácil e mesmo assim vocês não desistiram de mim.

Aos meus amigos.

Acredito que eu não precise nomear cada um que esta fazendo parte disso, neste momento. Começo aqui, a agradecer todos os que estão comigo até o presente momento, me apoiando, me ajudando a me manter de pé e – tentando – mostrar o sentido de eu precisar estar aqui.

Obrigada a você, pela palavra de incentivo, pelos abraços, pelas orações. Obrigada a você, por me ajudar no momento em que eu mais preciso e me mostrar que naquele momento as coisas fazem sentido. Obrigada por – tentar pelo menos – me fazer dar risada e me distrair com coisas que você sabe que eu gosto. Obrigada por não querer me deixar sozinha quando eu menos preciso estar.

Ao Meu Namorado.

Começo dizendo que: você tem sofrido não é mesmo, Amor?

Peço desculpas primeiramente pelas minhas mudanças de humor repentinas em que eu tenho tido, eu sei que, de certa forma, isso te machuca. Quero agradecer por você não ter desistido de mim, pois eu sei como tem sido difícil lidar comigo e aguentar minhas mudanças de humor e opinião. Obrigada por estar presente quando eu menos mereço, e por se preocupar comigo mesmo tendo os seus problemas pra se preocupar.

Posso ter errado muitas vezes contigo durante esse tempo, mas juro que ultimamente não tem sido fácil viver com tantos conflitos internos (mesmo você achando que as vezes é bobeira minha). E saiba que, só você me acalma (mesmo não parecendo as vezes). Obrigada pelas palavras que eu precisava ouvir – mesmo quando elas foram “duras”, pelos elogios, pelas piadas, pelas risadas e pelos apoios nos momentos em que eu mais precisei, por me entender –  mesmo que as vezes finja isso, e por ter uma paciência que só Deus lhe dá. Sei que sou reclamona, chata as vezes, abobada demais, mas como a Clarice Falcão tuitou uma vez: “Se não der certo, a gente tenta de novo, de novo e de novo. E se não der certo a gente fica junto errado mesmo.”.

As Minhas Meninas

Cito aqui, dois grupos diferentes que me apoiam muito: Minhas amigas da faculdade e minhas amigas virtuais.

Meninas, vocês me ajudam em cada palavra que falam, em cada momento que eu preciso. Eu lembro até hoje nas palavras de incentivo quando eu disse que havia desistido de casar e o quando eu estava chateada com algumas coisas. Obrigada por me ajudarem estando pessoalmente ou longe de mim.

Obrigada por me fazerem rir, por me verem que algumas coisas acontecem não porque eu quero, mas porque tem que acontecer.

A Minha Chefe

Mulheeeeer, não sei o que falar sobre você.

Você tem sido uma das pessoas mais importante pra mim. Você me conhece somente pelo olhar, e simplesmente pelo fato de só me ouvir sempre me dá um alívio.

Estamos juntas a quase 3 anos, e nesse tempo todo aprendi o quando podemos ser forte mesmo estando com algum problema por dentro. Obrigada pelos conselhos, por me deixar chorar quando eu preciso, por me entender em todos os momentos e por cuidar tanto de mim. Obrigada por confiar tanto em mim e por me fazer rir em todos os momentos. Você é incrível!

A Minha Mãe

Mãe, eu sei que você está lendo isso e sei que cada  parte desse texto você reconheceu quem era. E quero dizer que você é a peça essencial em todo esse momento.

Você todo dia me diz: “Não deixe a tristeza acabar com seu mundo” ou “Não se deixe abater com esses sentimentos ruins”.

Você simplesmente me ajuda, me incentiva todo dia a levantar da minha cama e fazer as coisas, a ir trabalhar e a estudar. Você me faz rir com as loucuras que faz, me apoia em todos os momentos que eu preciso e ainda embarcar nas minhas doideras – como fazer um bate e volta pra São Paulo pelo simples fato de querer ir assistir Maroon 5 por ser minha banda favorita.

Obrigada por ser minha mãe!

Finalizo esse texto hoje, Segunda-feira, dia 14 de Novembro, 18h34.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s