Minha querida Depressão: Tomando calmante #6

Segunda-feira. Dia 24 de Outubro de 2016. 11h00.

Acordei e fui me arrumar para ir ao centro com a minha mãe. Cada dia que passava minhas crises estavam piorando, eu estava piorando e não sabia a alternativa para resolver toda essa situação. Já tinha ido a primeira consulta com a Psicóloga, e mesmo assim, tinha momentos que eu não conseguia me manter bem e estável.

Minha mãe em todos os momentos e decisões ela me apoio. Posso dizer, que nesse momento em que eu passei e estou passando, ter o apoio e a ajuda dela me fortalece demais! Deitar em seu colo, receber carinho, chorar e ser acalmada, conversar, dar risadas e separar um tempo para eu me cuidar. Ela me educou de uma maneira incrível e eu sou muito grata em ter uma mãe que me ajuda tanto a ficar bem, mesmo que eu ache que não tenho mais salvação ou não precise mais existir.

Fomos para o centro e ela começou a conversar comigo sério, ainda tentando entender, quando chegou a me perguntar:

“Quer começar a tomar Calmante natural?”

Juro que, era uma das coisas que eu não queria… Depender de Calmantes para me manter bem e inteira, mas naquele momento parecia a única e boa solução para ficar bem. Aceitei. Compramos um Calmante chamado “Seakalm”, e juro que, até a cor dele (um verde-limão) já acalmava (rsrsrs).

Adendo a esse momento: eu tenho um sério problema em me viciar em remédio. Não que eu seja drogada ou algo do tipo, mas meu organismo, quando começo a tomar medicamentos frequentemente, ele começa a pedir mais e mais dosagens do medicamento, chegando a um momento de eu não conseguir mais ficar sem ou não fazer mais efeitos.

Mesmo sabendo disso, decidi aceitar. Me ajudou e tem me ajudado muito, mas sabe… Me sinto mal por ter que estar fazendo isso, já que a sensação de fracasso em não poder ficar calmo sozinha, é enorme.

3 comentários em “Minha querida Depressão: Tomando calmante #6

    1. Olá Michele,

      Minha experiência com Seakalm foi boa! Claro que não passava completamente, mas pelo menos eu conseguia dormir. Não acelerava meu coração nem nada, eu tomava 1 pela manhã, e 2 um pouco antes de dormir.

      Curtir

  1. Eu tomo a um mês , e senti muita diferença … Tbm não queria depender de calmante , mas no que comecei a tomar vi o quanto ele é necessário pra mim , e não irei mais ficar sem … Até no trabalho estou melhor , consigo focar nas coisas , não fico ansiosa , me sinto leve , e consigo dormir bem . Estou amando , rs
    Bjs

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s